21 de abril de 2010

"Você Quis dizer direitos para bandidos” disse o Google sobre direitos humanos.


Sempre que escuto falar em direitos humanos, lembro de meu pai... ele costumava dizer que esses direitos só se aplicavam aos bandidos, dizia que a violência estava dessa forma por “culpa dos Direitos Humanos”, que os policiais não tem mais coragem de enfrentar bandidos por medo de serem acusados de violência, tortura, etc... Eram discursos inflamados, que na maioria das vezes terminavam com temas como pena de morte ou linchamento... ou seja, pra ele bandido bom era bandido morto.
Eu nunca fui totalmente a favor de seus argumentos, sou contra qualquer tipo de violência a qualquer ‘ser humano’, sim meus queridos, até os assassinos, estupradores, esses ‘monstros’ podem ser considerados seres humanos, já que o ‘ser humano’ é só mais uma entre todas as espécies que existem no mundo, é um animal como qualquer outro, a única diferença é que ele tem a capacidade de pensar, mas isso não quer dizer que tenha perdido o seu lado instintivo, usando de crueldade, do seu lado mais perverso, mais animalesco... mesmo assim, é humano.
Mas o que se nota é uma enorme inversão de valores. Vê-se na maioria das vezes apenas um lado da moeda, acabam transformando as vítimas em culpados e inocentes em agressores. Esses direitos humanos, tão bem defendidos na Declaração dos Direitos Humanos, (aliás um texto maravilhoso), são violados diariamente sem que ninguém apareça para reclamar... basta citar a pobreza que vivem milhões de pessoas, a discriminação racial e a violência que ataca o mais importante direito humano: o direito à VIDA.

3 comentários:

  1. concordo com seu pai.... bandido bom, eh bandido morto. Depois de tentar reintegra-los a sociedade so se ve reincidencia ou pior, mais crimes... vc ja viu alguem reclamar dos direitos humanos qdo os bandidos agridem ou maltratam as pessoas de bem???? vc vai reclamar com quem?????

    beijos

    ResponderExcluir
  2. O assunto é polêmico e bastante contraditório.Já ví muitos que se diziam "humanistas",virarem justiceiros,quando a violência se volta contra ele e os seus.
    Seu pai estava certo.é mais um assunto para mesa de bar,rs.

    ResponderExcluir
  3. Ângelo Augusto(Guga)16 de maio de 2010 20:24

    Eu não concordo com seu pai não, mas um pouco com você... o problema não é que funcione o sistema de re-incidência mas sim o quanto é investido na Justiça... pois nossos presídios estão sob a guarda da Justiça... e o nosso sistema carcerário está falido... se fosse uma empresa privada já tinha fechado as portas pois o que acontece é mais prejuízo do que lucro.Só para citar, na minha opinião a ségurança pública também está falida... é muito mais que "policia trocar tiro com bandido..." quem será que está ganhando essa guerra?Essa eu repondo fácil o crack... segurança pública como consta na nossa Constituição Federal é dever de todos... o certo é combater a pobreza,a falta de saúde e saneamento básico,a falta de educação,a fome... é tanta coisa.Mas se o governo quiser ele consegue sim reabilitar os cidadãos...

    ResponderExcluir